Baía da Esperança - Resenha

Baía da Esperança - Resenha

RESENHA – Baía da Esperança

Oi Pessoal bonito da internet! Tudo bem? Hoje é dia de Resenhas da Nadi com um romance sensível e cheio de segredos, para embalar o dia dos Namorados que está chegando! <3

Título: Baía da Esperança
Título Original: Silver Bay
Autora: Jojo Moyes
Ano: 2015
Editora: Bertrand Brasil
Número de páginas: 392
Gênero: Romance

Quando Mike Dormer parte de Londres para uma cidadezinha litorânea da Austrália, a fim de empreender a construção de um resort de luxo, tudo o que tem em mente é mais um contrato milionário. Mas o destino lhe reserva algo diferente. Ele será obrigado a responder à pergunta que paira sobre a Baía da Eperança: até onde se pode chegar, antes de se acabar destruindo aquilo que se ama?
Baía da Esperança é uma obra-prima cativante, sensível e comovente, que levará o leitor a um mundo encantador e desconhecido.

20160610_102044_Richtone(HDR)

Não sei se vocês já perceberam pelas demais resenhas, mas eu não gosto muito de livros de romance. São raros os que conseguem prender minha leitura do início ao fim. Mas como amei o livro “Como eu era antes de Você” da mesma autora, resolvi dar uma chance para este.

Iniciamos com o bem sucedido Mike Dormer, que vive em Londres, é noivo e trabalha na empresa do futuro sogro. Dedicado ao trabalho, gosta de desfrutar de tudo o que seu status pode lhe proporcionar. Quando o sogro o envia para a Austrália, com a missão de encontrar um lugar ideal para a construção de um resort de luxo, o próximo empreendimento da empresa. Para Mike é somente mais um negócio rentável, não estando preparado para o virá a encontrar.

Ao chegar na cidadezinha litorânea de Baía da Esperança, ele se hospeda no decadente hotel Silver Bay, onde conhece a proprietária Kathleen, que cuida do local ao qual pertenceu aos seus pais. Ela se mostra uma mulher cheia de surpresas, ainda mais quando ele descobre sua fama de caçadora de tubarões! Aos poucos, Mike começa a conhecer as pessoas que vivem na Baía, considerada um pequeno paraíso, afastado de tudo, o que torna o lugar ainda mais bonito.

“Fiquei ali parado e deixei os olhos percorrerem trezentos e sessenta graus, absorvendo o distante litoral, a série de pequenas ilhas desabitadas que se erguiam como sentinelas na vastidão do continente.”

As pessoas da Baía vivem da pesca e de proporcionar aos turistas passeios para observação de golfinhos e baleias. E em um desses passeios ele conhece Liza, a sobrinha de Kathleen. Liza possui um barco para observação das baleias; ela o leva para um passeio, onde Mike vive a experiência mais emocionante de sua vida! Ao descobrir a linda paixão de Liza pelas baleias ele percebe o quanto ela é especial.

Mike se encanta por Liza, que é uma moça solitária, e que costuma barrar as pessoas de sua vida, como se não quisesse criar laços com ninguém; a única permitida em sua vida é Hanna, sua filha de dez anos. Ele percebe que Liza estampa uma culpa gigante em seus olhos, um segredo que ela carrega a muito tempo.

Ao começar a conhecer a todos da Baía, e inevitavelmente envolver-se com seus problemas, Mike começa a se aproximar de Liza; porém quando tudo parece estar bem, ela descobre o projeto que levou Mike para a cidade: o resort de luxo! Porém o projeto de empreendedorismo do resort pode causar imensos problemas para as baleias, justo aquilo que Liza tanto ama! Esse marco faz com que eles passam a ter vários desentendimentos.

“ Eu mal a vira desde o dia anterior, e perguntava-me se uma discreta saída sem despedida talvez não fosse a melhor coisa para nós dois.”

Nesse momento, Mike começa a questionar sua vida, seus valores e seus sentimentos. E Liza precisa enfrentar o passado e reviver toda a dor que ela luta para esquecer. E claro, o final nos revela algo que vai mudar completamente tudo!

20160610_102037_Richtone(HDR)

O livro me surpreendeu totalmente! Mesmo eu que não gosto de romance, foi atenção do início ao final. Cada personagem possui algo em especial que vamos descobrindo ao longo dos capítulos, enquanto as histórias vão se cruzando e se completando. Liza em especial, é a personagem mais interessante da história, conforme vamos descobrindo seu passado, vamos ficando cada vez mais curiosos para saber mais e mais! Assim que os segredos dela vão sendo revelados a trama se torna mais emocionante e surpreendente.

Jojo conseguiu, mais uma vez me fazer chorar ao final. <3 Então, se você não gosta de livros de romance melosos e cheios de clichês como eu, recomendo a Baía da Esperança; acredite você vai se apaixonar.

Ah! E o livro é uma ótima sugestão de presente para o dia dos Namorados, fica a dica 😉

Já leu a Baía da Esperança? Me conta!

rodapé_um beijo

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *